Ataques cibernéticos: a pergunta não é mais “se”, mas “quando e como” vai acontecer

Ataque cibernético
3 minutos para ler

A adoção do “home office” em razão da pandemia, tornou a aceleração da Transformação Digital em algo fundamental, tanto do lado profissional, como também, pelo lado pessoal. As empresas tiveram que implementar ações rápidas para manterem seus negócios de pé e minimizar os impactos da Covid-19.

         Com isso, as políticas de segurança foram deixadas de lado, abrindo brechas para organizações criminosas de plantão. O crescimento do trabalho remoto impulsionou o aumento dos ataques cibernéticos, de acordo com a Canalys Cybersecurity report – Cybersecurity in the new digital era, o ano de 2020 registrou mais dados comprometidos por ataques que os 15 anos anteriores combinados. Foram mais de 30 bilhões de dados acessados ilegalmente.

          Um dos grandes desafios é a necessidade urgente de mudança interna nas empresas. Para muitos, um ataque cibernético nunca irá acontecer. Até o dia que os dados sensíveis sejam comprometidos e os empresários comecem a enfrentar problemas que afetem negativamente a marca. A pergunta agora não é mais “SE” seremos atacados, mas “QUANDO” e “COMO” seremos atacados. O aumento de ataques cibernéticos é uma tendência global, principalmente com a implementação de ataques em massa. É de fato que vai acontecer, e para isso é inevitável que sua empresa esteja pronta para se defender e com as medidas a serem adotadas prontas. 

         Os riscos de cibersegurança, se deixados de lado, podem gerar impactos profundos para o negócio. Para muitas empresas, priorizar a segurança e investir em proteção, detecção e medidas de respostas é uma realidade. Porém, para muitas o assunto ainda não é levado a sério como deveria.

         Gerenciar as vulnerabilidades diante da ascensão de serviços digitais e trabalhos remotos e da transformação digital é fundamental para mitigar os riscos. Para isso, em um mundo digitalmente conectado, é preciso colocar uma equipe especializada em ação.

Conclusão

       Hoje não basta mais estar adequado e preparado, tem que demonstrar que de fato a empresa adotou medidas de segurança cabíveis para o seu porte e segmento.  

         E o DPOnet está aqui para ajudar sua empresa a entrar em conformidade com a LGPD de forma contínua e segura. Conte conosco.

Por Vitória Ribeiro

Você também pode gostar

Deixe um comentário